Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Youtubeplay db0358e6953f0d0ec2cd240bca6403729d73b33e9afefb17dfb2ce9b7646370a

História e Relações Internacionais

Updated at 04/25/16 15:59 .

História e Relações Internacionais constitui uma linha de pesquisa do Núcleo de Estudos Globais da Universidade Federal de Goiás. O objetivo da linha é fornecer uma interpretação da evolução do sistema internacional através de uma abordagem interdisciplinar que concilie a metodologia historiográfica com conceitos próprios da teoria das relações internacionais. Seguir-se-ão assim as últimas tendências da área disciplinar própria da tradição da História das Relações Internacionais. Tentar-se-á dessa forma produzir estudos que não obedeçam exclusivamente aos padrões próprios da história das relações internacionais, com uma análise aprofundada dos fatores econômicos, políticos e sociais que determinaram uma mudança do sistema internacional. Na presente linha de pesquisa estimular-se-ão de consequência estudos historiográficos conceitualmente informados. Além disso particular ênfase será dada ao acompanhamento do rico debate metodológico sobre a história internacional e a história mundial nas diferentes variantes de diplomatic history, international history,ou global history.

 

Os estudos a serem desenvolvidos concentrar-se-ão na evolução do sistema internacional nos últimos dois séculos na perspectiva econômica, político-diplomática e securitária assim como na história da política externa brasileira. A contiguidade com o Arquivo Nacional e o arquivo histórico do Ministério das Relações Internacionais em Brasília permitirá aos membros da linha uma análise aprofundada das fontes primárias. A recente modificação da legislação sobre o acesso aos atos públicos (Lei de Acesso à Informação) garante, de fato, a possibilidade de fornecer uma interpretação inédita do posicionamento do Brasil no mundo ao longo dos séculos 20 e 21.

 

Com a finalidade de garantir uma plena integração da linha no debate metodológico e temático, tentar-se-á manter constante o diálogo com instituições e centros de pesquisas nacionais e internacionais. No
âmbito nacional aparece importante colaborar com a Universidade de Brasília, o Centro de Pesquisa sobre a História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas e a Universidade de São Paulo.  Pelo ponto de vista internacional será crucial integrar redes de pesquisa de caráter global como o programa de Public History do Woodrow Wilson Center for International Scholars (Washington, D.C.), o National Security Archive da George Washington University (Washington, D.C.), ou o departamento de estudos internacionais da London School of Economics. Sempre maior é, de fato, o interesse desses centros de pesquisa para o Brasil, como é possível relevar pelo crescente número de estudos e publicações internacionais sobre o posicionamento brasileiro durante e depois da Guerra Fria.

 

A presente linha tentará desenvolver estudos específicos em colaboração com as demais linhas de pesquisa dedicadas à Economia Política Internacional, à Segurança Internacional e ao posicionamento do Brasil no mundo. De fato a presente linha de pesquisa inaugurará as suas atividades com três projetos fruto do diálogo entre as três linhas:

 

-       O Brasil no diálogo Norte-Sul (linhas de pesquisa: Economia Política Internacional; História e Relações Internacionais; Brasil no Mundo);

 

-       O Brasil na ordem nuclear global (linhas de pesquisa: História e Relações Internacionais; Segurança Internacional; Brasil no Mundo);

 

-       Vulnerabilidade Nuclear Global (em colaboração com a Universidade de Bristol) (linhas de pesquisa: História e Relações Internacionais; Segurança Internacional).

 

List all Back